EXU É QUEM ABRE OS CAMINHOS

Loading...

SALVE OS CABOCLOS

Loading...

Pesquisar este blog

MANIFESTO DA RELIGIOSIDADE ANCESTRAL AFRICANO-BRASILEIRA

NOSSAS CAMINHADAS representam um gesto de união da voz dos Povos de Terreiro, também chamados de “Povo de Santo”; exigindo respeito ao seu direito de escolha e expressão religiosas, garantido pelas leis brasileiras, principalmente a constituição federal, LEI MAIOR DO PAÍS.

Fanáticos da fé cristã, identificados como “neopentecostais”, aglutinados ou espalhados nas classificadas “igrejas de mercado” (por demonstrar EXCESSIVO interesse de seus dirigentes pelo lucro e exploração capital de seus adeptos, como sinal de fé)... Têm atacado sistematicamente religiosos e religiosas, assim como Casas de Candomblé e Umbanda.

Nós não somos o “diabo”, nem cremos, nem cultuamos nenhum “DIABO”, como os fanáticos costumam dizer de nós. Eles sim chamam-no a toda hora e acreditam firmemente na existência Dele, mesmo que seja para negá-lo. Por isso podem sofrer as conseqüências dessa crença. Por outro lado, DIABO representa um símbolo da cristandade, que vê tudo como “o bem” (DEUS) ou “o mal”. O nosso EXU nada tem haver com essa figura. Nosso Povo quando fez essa associação, tão somente, utilizou o medo dos Católicos Senhores de engenho contra eles próprios; Na ÉPOCA DA ESCRAVIDÃO. Aliás, como todo o resto do sincretismo entre o Candomblé e o catolicismo.

Até alguns agentes da segurança pública, “neopentecostais”, demonstrando extremo despreparo para o exercício de uma função que sugere conhecimento da Lei; prevalecendo-se da farda, se sentem no direito de humilhar e submeter ao constrangimento E A VIOLAÇÃO DA FÉ, religiosos do Candomblé, na oportunidade em que surpreendem nosso Povo em atividades RITUAIS externas do culto.


Estamos alertando a população: não mais aceitaremos provocações, não mais aceitaremos passivamente as agressões a que nos submetem; apelaremos para todos os meios, em defesa de tudo o quê para nós é de mais sagrado: nossa fé nos ancestrais de luz; nossas certezas e verdades trazidas do tempo em que a humanidade surgiu na África; nossa certeza de que vivemos num Estado de direitos e, esse é um direito conquistado. É dever do Estado nos proteger também e EXIGIREMOS MAIS FORTEMENTE QUE ELE FAÇA O SEU PAPEL.

Definitivamente, nós somos uma RELIGIAO DE PAZ, de COLETIVIDADE, de PARTILHAMENTO; deturpações existem em qualquer setor da atuação humana; por um médico matar ou errar, não se condena toda a medicina. Todos os descendentes de africano, homens e mulheres de todos os tons de pele, devem ao CANDOMBLÉ a vitória sobre o sistema escravista Ocidental cristão. Foi o Candomblé que durante séculos alimentou a muita gente, deu sentido espiritual à vida de milhões de pessoas, BEM COMO UMA FAMÍLIA, para resistirem e permanecerem vivos, SE MULTIPLICANDO.

Portanto, mais uma vez, uma ideologia religiosa de prática DETURPADA, opera para nos aniquilar; querendo sugar a nossa luz, a nossa relação sadia com a natureza, visando principalmente o nosso dinheiro.


UM DIA ELES ATUARAM SOBRE OS NOSSOS CORPOS, NÃO DEU CERTO; AGORA, QUE JÁ NOS CONHECE, ESFORÇAM-SE PARA NOS APAGAR A ALMA, MAS NÃO CONSEGUIRÃO!